Cidades Comentários

PM apreende caminhão com 1,5 tonelada de agrotóxico em Alto Araguaia

Abril 21 / 2018

PM apreende caminhão com 1,5 tonelada de agrotóxico em Alto Araguaia

Um caminhão Ford F4000 bege, com placas de Mineiros (GO), carregado com aproximadamente 1.500 kg de agrotóxicos (herbicidas, fungicidas e outros) foi apreendido pela Polícia Militar de Alta Araguaia, na estrada que desvia de um posto fiscal, nesta quarta-feira (18.04). O condutor, Laudelino Correa Lemes, 28 anos, aparentando nervosismo, disse que se tratava de uma carga de sal, mas entrou em contradição ao prestar as informações.



 



O caminhão surgiu no momento em que a equipe realizava abordagem a uma motocicleta Honda Titan preta, também com placas de Mineiros (GO), conduzida por Reginaldo Ramos de Oliveira, que não portava nenhum documento. Nada de irregular foi encontrado contra ele ou com o veículo que pilotava. No entanto, ele dava cobertura para o transporte da carga.



O caminhão todo lonado, vinha um pouco atrás (surgiu durante a checagem do motociclista), carregado com mais de 30 galões de diversos agrotóxicos; 36 caixas de produtos com pesos que variavam entre 18 e 20 kg cada caixa, sendo: Acefato, Racio, Direct, Metrimex, Artys, entre outros, além de 25 pacotes de produtos como Hexaron e Elatus. Segundo estimativas, cerca de 1.500 kg de agrotóxicos.



O motorista Laudelino Correa Lemes, ao ser questionado sobre a carga, disse ter sido contratado na cidade de Mineiros, por Reginaldo, para transportar suposta carga de sal, que teria pego em uma fazenda próxima a Alto Araguaia. Mas não soube informar onde seria a  fazenda e estava bastante nervoso. Na verdade, tratavam-se de defensivos agrícolas, sem nota fiscal.



Quanto a participação de Reginaldo, este disse que também foi contratado em Mineiros por um indivíduo de nome Marcos, que usava um veículo Fiat Strada modelo novo, branco, para ajudar a transportar a carga e que, após o carregamento, iria encontrá-lo no posto Simarelli, em Santa Rita do Araguaia. Os policiais se deslocaram até o posto, porém o suspeito não foi localizado.



Laudelino e Reginaldo foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Alto Araguaia, com os produtos apreendidos para as providências legais.



 



Eliana Bess | PM/MT 

Os comentários estão desativados para esta matéria.